8 de mai de 2008

Depoimento de uma Fã Descontrolada...

Muito bem, tudo começou... Não me lembro se foi em janeiro ou fevereiro... Mas eu, despretensiosamente, descobri por fontes confiáveis que haveria uma apresentação da banda Whitesnake - cujo vocalista é um dos maiores deuses (senão o maior) do hard rock mundial, David Coverdale - no Brasil. Isso foi o suficiente para me dar uma comichãozinha no estômago. Pobre do jeito que eu sou, conseguir uma maneira de ir pra São Paulo, Rio de Janeiro ou Curitiba seria... Meio absurdo.

Enfim, no fundo já estava conformada que seria apenas mais um show que eu não iria quando a mesma fonte me confirma - HAVERÁ SHOW EM BELO HORIZONTE. Minha primeira reação: MENTIRA! Minha segunda reação: PUTA QUE PARIU!!! Minha terceira reação: QUANTO TÁ O INGRESSO?

Primeira facada. O primeiro lote de ingressos sairia ao preço "módico" de R$ 140. Universiotário não tem essa grana. Então vem aquele dilema. 'Capetinha' de um lado, 'anjinho' do outro. Mas por um alinhamento dos planetas favorável, os dois estavam de acordo com que eu me virasse pra arrumar a grana. E foi o que eu fiz. Consegui comprar o ingresso por metade do preço (Obrigada, Faculdade!). Agora vinha a parte mais difícil:
fazer meus pais permitirem uma viagem no meio da semana, numa puta terça-feira, dia de trabalho e aula, pra assistir a um show de rock.

Fiquei horas no espelho arrumando minha melhor carinha de gato do Shrek e fui pedir. Coverdale estava movendo o mundo ao meu favor, pois eles permitiram!

A partir daí foi de março a maio, a fiadaputamente gigante expectativa para que chegasse logo o dia 06/05/2008. A noite em que tudo faria sentido.
Mas, como tudo o que é bom é imoral, é ilegal, engorda ou dá um puta dum trabalho, foi chegando o dia, eu fui ficando neurada. Onde eu ia ficar, como é que eu ia pra Belo Horizonte, como eu ia me locomover... Tudo isso me enlouquecendo. Várias ligações de vários celulares... Enfim...


Data: 05/05/08
Hora local: 23:50
Status: Passagem comprada para o primeiro ônibus, às 6 da manhã
Situação: Acordada... E foi assim até as 5 da manhã...


Finalmente chego em Belo Horizonte, vou pra casa de um tio, almoço um macarrãozinho porreta, tomo uma chuveirada, deixo a mochila, troco de roupa. Blusa decotada, calça jeans, bota sem salto, sobretudo pro caso de esfriar, chapeuzinho e luvas. Chego na fila às 14 horas...

Ninguém na fila...

Very well, eu tinha uma sacolinha, o "Kit Fila", composto por três águas minerais, pão de queijo, biscoito e doritos. Eu vou sobreviver.

Opa, McDonalds é aqui pertinho, bora gastar 10 pila num lanchinho pequeno, caro e safado!

Lanchinho devorado, depois de umas voltinhas pelas redondezas junto com alguns velhos amigos...


...De volta pra fila às 16 horas.

"Kit fila" salvando vidas. Nisso, Doug Aldrich chega de van! PUTA MERDA!!! Desespero na fila.

Ele só acena e entra no Chevrolet Hall. De vooolta pra fila.


Vai dando umas 18 horas e então os seguranças ficam alvoroçados. Começam a meter as grades na fila pra não haver tumulto. E dá-lhe "kit fila".

19:30. Abriram os portões, agora a coisa vai. De repente, olho pra mão... Sumiu o "kit fila"!!!

Ah, agora foda-se, já estou aqui dentro, com a minha mais nova amiga de infância, Kátia...

AdEvogada, 36 anos e tanto pique quanto qualquer menininha que tava lá.

O tempo passando vagarosamente e a pista lotando... Lotando... Lotando...

21:07. Do fundo da minha alma, eu achei que ia morrer. Os sons da introdução mais fodaçaralha (depois pago os royalties) do Universo, seguidos da visão de David Coverdale entrando no palco e gritando para as milhares de pessoas no Chevrolet Hall:



"ARE YOU READY???????"




Berros, amontoamentos, empurrões, e eu na terceira fila... A menos de dois metros de DEUS!!!!!!




"HERE'S A SONG FOR YA!!!!!!"



As guitarras de Reb Beach e Doug Aldrich começam a moer e a desestabilizar as emoções, juntamente com os primeiros acordes de Best Years, música do novo CD. Eu já deveria ter levado umas duzentas cotoveladas e não sabia nem o que era dor. Eu só gritava e cantava junto com a música.

Não saberei listar todas as emoções a cada música, mas eis aqui o Set List.



01. Best Years
02. Fool For Your Lovin'
03. Bad Boys
04. Love Ain't No Stranger
05. Can You Hear The Wind Blow
06. Is This Love
07. Lay Down Your Love
08. Ain't No Love In The Heart Of The City
09. Guitars Solos
10. Cryin' In The Rain/Drum Solo
11. Give All Your Love Tonight
12. Here I Go Again
13. Still Of The Night
14. Soldier Of Fortune (a capela)
15. Burn/Stormbringer


O motivo pelo qual eu destaquei Ain't no Love in the Heart of The City: eu desmaiei. Ouçam (melhor dizendo, leiam), eu tenho perfeita noção que de cima de um palco é impossível que eu, dentre milhares de pessoas, era positivamente IMPOSSÍVEL que ele realmente estivesse olhando pra mim. Mas de fato, os olhos dele estavam voltados na minha direção...


Somados ao fato de que eu havia perdido meu "kit fila", estava em pé praticamente desde as 14 horas, comi de verdade pela última vez às 16 e a desidratação estava acabando comigo, minha pressão caiu e eu caí junto. A Kátia (citada mais acima) queria me tirar de lá, e eu tenho plena convicção de que a mataria se ela tentasse.


Segurei nos ombros de quem estivesse perto. E fui até o fim.

E que fim...


Em tempo: As luvas que compunham meu visual já não aparecem na última foto. O motivo: estão atualmente em turnê pelo Brasil e em breve pelo mundo. =D

6 comentários:

  1. Acabo de ler o comentário acima e estou tendo um ataque frenético de risos.

    Enfim, não sou fã do Coverdale, mas ao contrario do Vicente ae eu não vou desrespeitar hueheuheuh

    Ao menos a gente não perdeu uma pipoqueira nessa Saga... =p

    ResponderExcluir
  2. Blogger Vicente Neto disse...

    O Coverdale é GAY!!!



    Que seja gay, ora. Tô nem aí. Só me importo é com as músicas que ele faz, que são Fodas³³³

    Ele e o Robert Plant tão numa categoria à parte na Natureza. São dois casos de gays machos pra caralho =P

    Os dois juntos são mais macho-coçador-de-saco-e-limpador-
    de-ouvido-com-a-unha-do-mindinho que todos os Emos e os 'From UK' existentes nos Nove Mundos, mesmo queimando a rosca (y)


    E sim, eu teria ido vê-lo, se a turnê tivesse vindo à PoA u.u

    ResponderExcluir
  3. A turnê IRÁ a PoA, ao menos tá escrito isso na comunidade oficial. =x

    ResponderExcluir
  4. E eu com um gay desses, me fartava... /baba

    ResponderExcluir
  5. Poupe-nos de seus desejos intimos, Flavinha...

    ResponderExcluir